“Viver e fazer negócios nos dias de hoje significa trabalhar frente a um ritmo de mudança cada vez maior”. Afirmação de António Guimarães, na conferência que realizou no auditório da Escola Profissional de Montemor (EPM), no dia 3 de outubro.

O conferencista, fundador da ‘ASG Engenharia Humana’, perante vários participantes, destacando-se jovens investidores e a presença da vereadora da Câmara Municipal, Alexandra Ferreira e o diretor pedagógico da EPM, Mário Jorge Silva, explicou que “as empresas que triunfam, num quadro de globalização da economia, são as que enfrentam com êxito a mudança e sabem transformar os problemas, crises e dificuldades em novas oportunidades e novos desafios”. Deste modo, garantiu, “permitem que os seres humanos que a integram tenham acesso ao processo de formação contínua, tornando-os criadores de futuro”.

“Pode-se aprender a gerir a mudança e a aceitá-la em seu próprio benefício”, disse o autor do livro “A Engenharia Humana é a Solução”, porque “hoje em dia, para garantir o sucesso empresarial, convém que cada pessoa tome consciência da forma como pensa e das imagens que constrói e tem na sua própria mente”, sendo a partir daqui que “cada um pode melhorar notavelmente a forma como vive a sua vida e dirige o seu negócio”.

Para António Guimarães “aumentar a felicidade individual e ou organizacional e a conta de resultados não é uma questão de trabalhar mais, é sim de pensar melhor”. Porque, referiu, “gerir a mudança, estabelecer e conquistar metas, liderar mais eficazmente e pensar de forma a criar o sucesso é uma das contribuições que todo empresário responsável deve promover nos seus colaboradores”.

Em síntese, “toda a mudança significativa e duradoura começa no interior do indivíduo e manifesta-se no exterior, através de um “processo de reaprender a forma de pensar”, considerando, entre outros fatores, “o locus de controlo, metas, autoimagem, diálogo interior, autoestima, afirmações, self-efficacy e especialmente os hábitos, as crenças, as atitudes e as expectativas”. Assim se opera a “mudança” nas organizações e nas empresas, porquanto, sublinhou, “reaprender a forma de pensar é ser perito na mudança”

Segundo o palestrante, “a ‘ASG Engenharia Humana’ tem por missão gerar esperança e realização, através do mundo, inspirando indivíduos e organizações a tornarem-se interdependentes, auto-orientados, responsáveis, bem-sucedidos, excelentes, alegres e felizes”.

De registar que a conferência, patrocinada pela Camara Municipal e Associação Diogo de Azambuja, foi transmitida em vídeo-conferência de Montemor para o Mundo.