Os alunos das turmas AQ, AR e AS, do Curso de Animação Sociocultural da Escola Profissional de Montemor-o-Velho (EPM) participaram numa visita de estudo, no âmbito dos conteúdos programáticos do respectivo curso profissional, acompanhados das professoras Joana Macias, Rita Coelho e Bárbara Santos.

 

A Fundação de Serralves foi o primeiro “espaço público cultural” a ser visitado, por ser desconhecido da maioria dos alunos. Num segundo momento, os alunos tiveram oportunidade de assistir à peça de teatro “Belonging”, no Teatro Carlos Alberto.

A realização desta visita de estudo pretendeu proporcionar aos alunos o contacto com a oferta cultural nacional (através da visita à Fundação de Serralves e da ida ao Teatro Carlos Alberto para ver a peça de teatro “Belonging”); a observação de conteúdos programáticos já abordados na disciplina de expressão dramática, e aproximação ao universo performativo do conceito teatral contemporâneo.

No contexto da disciplina de Área de Integração, pretendeu-se com esta visita sensibilizar os alunos para a contemporaneidade cultural, artística e ambiental, facilitar a descoberta e a apreciação das obras expostas nas exposições e dos espaços do parque, desenvolvendo a capacidade de observação e análise, através das actividades de educação estética e ambiental.

Na Fundação de Serralves decorre um projecto cultural de vocação nacional e internacional nos domínios da arte, do ambiente e da paisagem, tentando criar uma relação estreita com a comunidade de forma a estimular o interesse pela criação artística contemporânea.

Ao longo da visita a este espaço, e posteriormente no decurso das actividades lectivas, foi feito o enquadramento pedagógico de acordo com os conteúdos de diversas disciplinas muito especialmente da Área de Integração e da Sociologia.

Assistindo à peça de teatro “Belonging”, no Teatro Carlos Alberto, procurou-se que os alunos despertassem a sua atenção e o seu pensamento para temas comuns que cruzam culturas e países, a explorar histórias de crianças abandonadas, trocadas, roubadas, desenraizadas dos locais e pessoas outrora seus; partilhar as próprias experiências e memórias.

No âmbito da expressão dramática esta visita representou uma grande mais valia na aquisição de conteúdos, mais especificamente nos módulos: Corpo e Movimento, Corpo e Gesto, O Jogo, através da expressão corporal e facial dos interpretes de “Belonging”. “Um gesto vale mais que mil palavras”. A visita permitiu ainda a aproximação ao universo performativo do conceito teatral contemporâneo, e à consciencialização face às problemáticas que surgem cada vez com mais frequência na nossa sociedade, como tráfico infantil e a violação dos direitos humanos.

Sendo a psicologia uma área científica de elevada relevância e evidentes implicações no quotidiano de todos nós, torna-se possível compreender a amplitude das acções e comportamentos humanos e efectivamente esta Peça de Teatro “Belonging” permitiu aos alunos de animação sociocultural uma melhor compreensão de um fenómeno social que hoje infelizmente está cada vez mais patente no mundo e na sociedade, e que é o tráfico de crianças.

A peça de Teatro “Belonging” conseguiu retratar aquilo com o qual a Psicologia se preocupa, nomeadamente a representação fiel de sentimentos e pensamentos familiares reconhecidos socialmente, a expressão dos estados de alma, com o desvelamento do mundo interior de um personagem, com os seus dramas psicológicos, a sua história e os conflitos decorrentes da relação com os demais personagens. Em suma, esta peça de Teatro “Belonging” colocou em cena autos da ocorrência psicológica e permitiu aos alunos o desenvolvimento de saberes, de atitudes, de capacidades e de competências necessárias a um melhor conhecimento de si próprios e da sua relação com os outros e com o mundo.

Na generalidade, os alunos avaliaram a visita como positiva, tendo a maioria indicado como momento de destaque a ida ao teatro. Todos reforçaram a importância de conhecer novos espaços e de contactar com novas realidades, tendo realçado que a realização da visita ao domingo demonstra o seu interesse na mesma porque teve uma enorme adesão.

Para as professoras que acompanharam os alunos, “ a visita de estudo foi bastante positiva, pela experiência pessoal e cultural que proporcionou aos alunos”, porque, explicam, “os objectivos pedagógicos propostos para cada actividade foram plenamente atingidos e porque em termos de comportamento os alunos representaram a instituição em todos os momentos com grande respeito e disciplina”. Esta visita realizou-se no dia 31 de Outubro.

 

Fonte: GRPC – Aldo Aveiro