Jorge Eduardo St. Aubyn de Figueiredo, presidente da Câmara Municipal do Sal (Cabo Verde), visitou, dia 18, os seus jovens concidadãos que frequentam a Escola Profissional de Montemor-o-Velho (EPM).

Tratou-se de uma visita de cortesia, pois, segundo o autarca salense, “o acompanhamento da formação escolar e profissional dos jovens do concelho do Sal, quer em Cabo Verde, quer no exterior, é feito pela vereadora da Educação, Promoção Social e Condição Feminina, Judite Neves Santos”. Porém, adianta, “estando em Torres Novas a participar nos “Encontros de Lusofonia”, e em Alcanena, no âmbito da geminação deste município com o de Sal, sentia-me na obrigação de reunir com os jovens concidadãos que estudam em Montemor-o-Velho”.

Jorge Eduardo de Figueiredo foi recebido pelo director Pedagógico da EPM e pelo director financeiro da Associação Diogo de Azambuja (ADA), titular da EPM.

Mário Jorge explicou a “conduta exemplar que os jovens têm demonstrado” e a notável “integração e sociabilização” na comunidade concelhia de Montemor-o-Velho. Frisou constituir uma honra para a EPM/ADA “ser uma parceira na valorização do saber e do saber-fazer”, na formação de “profissionais qualificados para o desenvolvimento de Cabo Verde”.

Depois do “encontro com os jovens”, o autarca salense foi convidado a visitar as instalações da Escola Profissional, onde aferiu, “in loco”, as condições de ensino/formação que são facultadas a todos os alunos da escola.

O edil teceu rasgados elogios às condições dos espaços visitados, equipamentos e materiais didácticos e à integração dos seus concidadãos na escola. Sublinhando o nível de formação profissional da EPM “com excelentes resultados”, o edil salense reiterou “o desejo de manter as parcerias com a EPM/ADA”.

Aldo Aveiro