Os alunos finalistas da Associação Diogo de Azambuja (ADA) propuseram diversas actividades lúdicas aos caloiros - as denominadas praxes – pretendendo, deste modo, uma melhor integração no novo ambiente escolar.

À semelhança de anos anteriores, os alunos que entraram pela primeira vez para os cursos ministrados na Associação Diogo de Azambuja - Escola Profissional (EPM) e Escola Agrícola Afonso Duarte (EPAAD) - neste ano lectivo 2010/2011, foram recebidos, de forma divertida, pelos alunos finalistas, no dia 14 de Setembro.

Tratou-se da realização da costumada “praxe” com muitos divertimentos que permitiu aos “caloiros” integrarem-se e conhecerem melhor os restantes colegas de cursos e das escolas. Jogos, representações, imitações e pinturas foram algumas das “praxes” que promoveram o conhecimento entre os novos alunos, os hábitos e usos das escolas e a criação de laços mais fortes entre alunos de diversos cursos e anos de escolaridade.

A habitual praxe na ADA é salutar e constitui uma das actividades lúdicas de integração, com responsabilidade, rigor e respeito pela integridade física e psicológica por parte de todos os seus intervenientes. São um exercício saudável, com ordem e alegria, compatíveis com as primeiras experiências dos novos alunos.

Praxantes e praxados usaram, como é hábito, do bom senso, moderação e respeito por princípios fundamentais, em particular no que toca ao respeito pelos novos alunos, pois estas “brincadeiras” são benéficas para os mais directamente envolvidos, para os alunos e para as próprias escolas.

 

 

 

 

 

 

 

Aldo Aveiro