Apoios a Formandos 2016-2017

Clique aqui para mais informações

Utilizadores Online

Temos 34 visitantes em linha

“O ensino profissional atribui duas certificações: o nível de escolaridade (9.º ou 12.º ano) e a habilitação profissional, para entrada no mercado de trabalho” explicou Mário Jorge Silva aos alunos do 9.º ano da EB de Buarcos.

A Associação Diogo de Azambuja (ADA) marcou presença nas actividades de Orientação Escolar e Profissional, realizada dia 1 de Junho, na Escola Básica 2.º e 3.º Ciclos Infante D. Pedro, Buarcos, onde mostrou a oferta educativa e formativa proporcionada na Escola Profissional (EPM) e Escola Agrícola de Montemor-o-Velho (EPAAD).

A iniciativa, a cargo da psicóloga Eneida Cadete, do Serviço de Psicologia e Orientação do respectivo Agrupamento de Escolas, e dirigida especialmente aos alunos do 9.º ano, teve como objectivos informar os alunos acerca das diversas alternativas de formação e emprego, de forma a fazer escolhas vocacionais adequadas e conscientes.

Mário Jorge Silva, director pedagógico da EPM teve oportunidade de informar e esclarecer os alunos, sobre os cursos profissionais em funcionamento nas escolas tituladas pela ADA, nomeadamente a nova oferta educativa/formativa para o próximo ano lectivo, as condições de acesso aos cursos e os respectivos planos curriculares, assim como os apoios concedidos aos jovens que os queiram frequentar, saídas profissionais ou continuação dos estudos superiores.

“A conclusão do 3.º Ciclo é um momento crucial para a construção do caminho profissional dos jovens”, explicou Mário Jorge, salientando que “as escolas profissionais oferecem como alternativas o prosseguimento de estudos ou a formação profissional para ingressar no mundo laboral”, observando que “o ensino profissional atribui duas certificações: o nível de escolaridade (9.º ou 12.º ano) e a habilitação profissional, para entrada no mercado de trabalho”.