Verificar “in loco” a necessidade e o cumprimento das normas de higiene e segurança no processo e desenvolvimento de uma construção foi, em termos gerais, os objectivos de uma aula fora do ambiente da Escola.

Os alunos do Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente, Turma HG, da Escola Profissional de Montemor-o-Velho/Associação Diogo de Azambuja (EPM/ADA), realizaram, dias 25 e 26 de Março, uma visita de estudo a uma Empresa de Construção Civil (construção de uma auto-estrada, em Albufeira), no âmbito da Formação em Contexto de Trabalho, acompanhados pelas professoras Helena Cadima e Marlene Teixeira.

 

Inserindo-se nos conteúdos programáticos do curso, esta actividade curricular abrangeu as disciplinas de AMART (Ambiente e Métodos de Análise de Riscos no Trabalho) no âmbito dos módulos “Perfil do técnico de HST e Deontologia Profissional”, “Análise e Avaliação de Riscos” e “Controlo de Riscos”) e SHT (Segurança e Higiene no Trabalho) no âmbito dos módulos “Equipamentos, máquinas e ferramentas”, “Riscos Eléctricos” e “Organização da Emergência”.

Desenvolver a capacidade de seleccionar, analisar e avaliar de modo crítico informações em situações concretas, analisar os dados recolhidos, interpretar os resultados obtidos e confrontá-los com as hipóteses de partida e/ou com outros de referência, discutir a validade dos resultados obtidos, interpretar a simbologia de uso corrente em Higiene, Segurança e Ambiente, reconhecer o impacto do desenvolvimento da Higiene e Segurança no trabalho na sociedade e desenvolver o respeito pelo cumprimento das normas de segurança foram os objectivos desta actividade “fora do ambiente da sala de aula”.

Os alunos e professoras foram recebidos pelo engenheiro responsável do empreendimento, Mário Rui Bonito, que explicou os aspectos burocráticos e de execução associados à infra-estrutura, sendo depois acompanhados pela técnica de Higiene e Segurança no Trabalho da empresa. O grupo teve oportunidade de estar em contacto directo com os trabalhadores em toda a extensão da obra, desde os estaleiros, construção de um parque de estacionamento e plataforma da auto-estrada.

Para as professoras responsáveis por esta visita de estudo “os alunos demonstraram muito interesse na actividade, trocando impressões com os professores, técnicos da empresa, e entre si, procurando tirar dúvidas e aprofundar conhecimentos”.

“A opinião dos alunos intervenientes foi bastante positiva, uma vez que os mesmos questionaram, e obtiveram uma resposta, sobre a formação que os trabalhadores recebem, as pausas que efectuam durante o dia, os Equipamentos de Protecção Individual que utilizam. Esta visita foi bastante importante para eles enquanto futuros técnicos de HST”, salientaram.